Início >> Notícia >> Categoria >> Ciência e tecnologia >> Superlua-Lua-Azul-e-Lua-de-Sangue-coincidem-nesta-quarta-entenda

Superlua, Lua Azul e Lua de Sangue coincidem nesta quarta; entenda

Imagem não disponível

Na maior parte do Brasil, apenas a Superlua será visível.

23

Francisco Silva 29/01/2018 às 18:28 29/01/2018 às 18:28

Esta quarta-feira (31) será marcada por uma rara coincidência envolvendo a Lua: quem olhar para o céu do ponto certo do planeta poderá testemunhar, no mesmo dia, uma Superlua, uma Lua Azul e uma Lua de Sangue, esta última em decorrência de um eclipse lunar (veja abaixo a explicação de cada um desses fenômenos). A agência espacial americana, Nasa, está chamando essa junção de "Superlua Azul de Sangue" (Super Blue Blood Moon).

Infelizmente, no Brasil o eclipse não será visto, com exceção de algumas localidades do extremo norte do país. Portanto, à maioria dos brasileiros, resta apenas observar a Lua cheia em seu perigeu, o que se chama de Superlua.

 

O que são os fenômenos que vão acontecer nesta quarta:

 

  • Superlua: ocorre quando a Lua está cheia e em seu ponto mais perto da Terra na órbita ao redor do nosso planeta. Esse período é chamado de perigeu, quando o satélite aparece no céu cerca de 14% maior e 30% mais brilhante do que no apogeu (Microlua) – quando está mais distante.
  • Lua Azul: apelido dado à segunda lua cheia que acontece em um mesmo mês. Por ser apenas uma referência ao calendário, não tem de fato uma relação com alguma alteração de cor ou aparência do satélite.
  • Eclipse lunar: ocorre quando a Lua passa pela sombra da Terra, o que não ocorre todos os meses porque a órbita da Lua está ligeiramente inclinada com relação à da Terra em torno Sol.
  • Lua de Sangue: durante o eclipse, a Lua não desaparece totalmente da vista, mas adquire uma tonalidade avermelhada.

 

À agência espanhola EFE, o Instituto de Astrofísica das Ilhas Canárias (IAC, sigla em espanhol) informou que a coincidência da Superlua com um eclipse não acontece desde 1982. Ele poderá ser visto melhor na América do Norte, Oriente Médio, Ásia, Rússia Oriental, Austrália e Nova Zelândia.

Esta Superlua é a terceira de uma série que começou em dezembro. Esse fenômeno pode ser observado a olho nu, de acordo com a Nasa, mas é difícil para os nossos olhos fazerem a distinção precisa dessas mudanças de tamanho com o satélite localizado em um lugar tão alto e em um vasto céu à noite.

imagem

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (2/2017) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Esporte

Copa Vale do São Lourenço: atualizando resultados

Sub-15 e Sub-17 Avançam
Data 11/01/2017 às 04:20
Esporte

Galo da BR ganha segundo jogo treino, pelo mesmo placar

Pery Santana
Data 19/02/2017 às 01:57
Esporte

O que houve por trás da saida de Ionay da Luz do RSC

Técnico pede desligamento
Data 01/03/2017 às 03:57
Geral

Nº de mortos após terremoto em Taiwan sobe para 7; dezenas estão desaparecidos

Terremoto de magnitude 6,4 atingiu a ilha na noite de terça-feira. População passou a noite acordada com medo de réplicas.
Data 07/02/2018 às 18:19
Economia

Congresso aprova Orçamento de 2018 com déficit menor e salário mínimo de R$ 965

Parlamentares aprovaram texto que prevê deficit primário de R$ 157 bi para o governo federal no próximo ano
Data 15/12/2017 às 09:18
Geral

Empresa responsável por envelopes do Oscar pede desculpas por confusão

'Apresentadores receberam envelopes da categoria errada', afirmou a PricewaterhouseCoopers. Eles pediram desculpas a 'Moonlight', 'La la land', Warren Beatty e Faye Dunaway.
Data 27/02/2017 às 14:12
Música

Rouge lança clipe de Bailando, sua primeira música pós retorno

Música tem uma pegada latina e um refrão marcante, assim como Ragatanga
Data 05/02/2018 às 17:42
Geral

Em 26 de fevereiro, eclipse solar no Brasil

Só que pena que será apenas eclipse parcial, quem tiver na Argentina verá total
Data 17/02/2017 às 07:36