Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Quao-poderosa-e-a-mae-de-todas-as-bombas

Quão poderosa é a 'mãe de todas as bombas'?

Imagem não disponível

MOAB, que pesa 9,8 toneladas, foi usada pela primeira vez em combate nesta quinta, no Afeganistão

747

Francisco Silva 14/04/2017 às 01:20 14/04/2017 às 01:38

Seu nome oficial é GBU-43/B Massive Ordnance Air Blast, mas é mais fácil lembrar da sigla em inglês, MOAB, que também inspira seu apelido famoso: "Mother of all Bombs", ou seja, "a mãe de todas as bombas".

Ela faz parte do arsenal dos Estados Unidos e seu poder explosivo só perde para uma bomba nuclear, como as usadas no Japão durante a Segunda Guerra Mundial.

Nesta quinta-feira (13), uma MOAB foi lançada pelos militares dos EUA em uma operação de combate ao grupo autodenominado Estado islâmico (EI) no Afeganistão, informou o secretário de imprensa da Casa Branca, Sean Spicer.

O ataque ocorreu às 19h32 (horário local) - o alvo era um "sistema de túneis e cavernas" que os EUA dizem ser usados pelos extremistas em Nangarhar, no leste do Afeganistão.

"Os Estados Unidos estão numa séria luta contra o Estado Islâmico. Para derrotar o grupo, devemos negar-lhes espaço operacional - foi o que fizemos", disse Spicer diante de jornalistas na Casa Branca.

Poderosa

A MOAB é uma bomba de 9,8 toneladas, o que é equivalente à potência de 11 toneladas de TNT e a torna a arma mais poderosa depois das bombas de reação nuclear.

No entanto, está muito longe de causar o tipo de destruição provocado por bombas atômicas como a que os Estados Unidos jogaram na cidade japonesa de Hiroshima em 1945.

Ela foi testada pela primeira vez em 2003, na Flórida, enquanto os EUA realizavam operações no Iraque e no Afeganistão em decorrência dos ataques de 11 de setembro de 2001.A bomba foi testada pela primeira vez em 2003 na Flórida (Foto: Força Aérea dos Estados Unidos)

A bomba foi testada pela primeira vez em 2003 na Flórida (Foto: Força Aérea dos Estados Unidos)

Até então, ela nunca tinha sido usada em combate, explica o repórter de defesa da BBC, Jonathan Marcus.

"É uma arma enorme, guiada por GPS. O seu efeito principal é uma enorme explosão numa área imensa", diz.

A bomba tem um comprimento de nove metros e geralmente é carregada por um avião Hércules MC-130, que a libera com a ajuda de um paraquedas. O GPS serve de guia até o alvo.

A arma foi desenvolvida por Albert L. Weimorts Jr., do Laboratório de Pesquisa da Força Aérea dos EUA, e é "uma versão maior das armas usadas durante a Guerra do Vietnã", afirma Marcus.

'A munição adequada'

"Estamos muito orgulhosos dos nossos militares. Foi um evento de sucesso", disse, em um breve comunicado, o presidente dos EUA, Donald Trump.

Nas primeiras horas após o lançamento da MOAB no leste do Afeganistão, ainda não se sabia se ela tinha causado mortes ou e qual era nível de destruição no terreno.

"As forças americanas tomaram todas as precauções para evitar baixas civis com este ataque", informou um comunicado do Comando de Operações dos EUA no Afeganistão.

O ataque foi realizado na mesma região onde um soldado americano morreu na semana passada.

O general John Nicholson, comandante das forças americanas no país, disse que as baixas do Estado Islâmico têm aumentado, levando os jihadistas a aumentarem o uso de explosivos caseiros, bunkers e túneis.

"Esta é a munição adequada para reduzir esses obstáculos e manter a dinâmica da nossa ofensiva", concluiu Nicholson.

imagem

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Geral

Donald Trump: “Nós precisamos começar a ganhar guerras novamente”

Presidente dos EUA anuncia aumento de 54 bilhões de dólares no orçamento militar, um dos maiores rearmamentos da história do país
Data 28/02/2017 às 09:24
Mundo

Asteroide do porte de campo de futebol passa perto da Terra

O asteroide em questão havia sido descoberto apenas um dia antes de passear por sobre as cabeças dos terráqueos, no que está sendo chamado pelos cientistas de "voo surpresa".
Data 17/04/2018 às 21:28
Esporte

Um giro de notícias desta quarta, 15!

Atletas do Barça doam sangue
Data 16/02/2017 às 03:42
Geral

Após ler notícia falsa, ministro paquistanês ameaça Israel com ataque nuclear

Pelo Twitter, o ministério da Defesa israelense desmentiu as informações
Data 26/12/2016 às 22:43
Geral

Manifestações em SP terminam em confronto em frente à casa de Temer

A sexta-feira amanheceu sem ônibus, trens e metrô, com a convocação de paralisação
Data 29/04/2017 às 18:24
Geral

Como funciona a MOAB – a mãe de todas as bombas

A mais poderosa bomba não-nuclear do mundo leva 8,4 toneladas de explosivos
Data 14/04/2017 às 01:15
Geral

Coreia do Norte diz que guerra pode rebentar a qualquer momento

Kim culpou os Estados Unidos pelo atual estado de tensão na região
Data 17/04/2017 às 14:27
Geral

EUA lançam dezenas de mísseis contra a Síria em resposta a ataque químico

Mísseis Tomahawk foram disparados de navios americanos e teriam atingido aviões e pistas em base aérea perto de Homs.
Data 07/04/2017 às 00:36