Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Programa-de-TV-flagra-acao-de-carvoeiros-irregulares-na-Amazonia

Programa de TV flagra ação de carvoeiros irregulares na Amazônia
Estreia da temporada denuncia exploração e falta de acesso à educação

17/01/2018 às 18:31 17/01/2018 às 18:31

244

Publicada por: Francisco Silva
Fonte: R7

A ação de carvoeiros clandestinos, que devastam áreas imensas da Floresta Amazônica para produzir o material base para o tradicional churrasco brasileiro, é o tema da reportagem de estreia da nova temporada do Câmara Record. O programa volta nesta quinta-feira (18), às 22h30, na Record TV.

A equipe do programa percorreu durante 10 dias mais de 1.000 km de rodovias e estradas abertas ilegalmente na floresta, que deveria ser preservada, para investigar a devastação provocada pela atividade irregular. Participaram da reportagem os repórteres Romeu Piccoli, Sheila Fernandes, Michel Mendes e o editor Márcio Strumiello.

Mãe trabalha ao lado do filho para sustentar

Mãe trabalha ao lado do filho para sustentarDivulgação/Record TV

É a primeira vez na TV brasileira que jornalistas revelam todo o processo de produção do carvão: o corte, a construção do forno, a queima da madeira e a venda nas grandes cidades.

A equipe flagrou o corte em terras devolutas do Estado e da União. Entre as cidades de Itacoatiara e Rio Preto da Eva, a 250 km de Manaus (AM), o programa flagrou uma clareira cinza do tamanho de um estádio de futebol. Os carvoeiros derrubam árvores centenárias o mês inteiro, com jornadas diárias de 14 horas, em troca de um salário mínimo.

Jornadas de trabalho chegam a 14 horas diárias em troca de um salário mínimo

Jornadas de trabalho chegam a 14 horas diárias em troca de um salário mínimoDivulgação/Record TV

Daniela, de 35 anos, trabalha ao lado do filho, de 13. 

— É árduo, suado, difícil mesmo. As pessoas podem olhar pra gente e achar que a gente faz isso porque gosta ou porque ganha muito dinheiro, né? Mas não é não, é pouco dinheiro e muito trabalho. Eu sinto muita tristeza, porque isso aqui é meu, é dos meus filhos, dos meus netos, de todo mundo... E estamos destruindo.

Ao ser perguntada pela equipe do Câmara Record se sabe que está cometendo um crime, ela responde com lágrimas nos olhos: "Crime é meus filhos passarem fome".

O programa ainda denuncia a falta de escolas e o risco à saúde das pessoas que se submetem a essa situação, além da falta de fiscalização para escoar o produto irregular.

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Mundo

Arábia Saudita finalmente permite que as mulheres dirijam

A medida, esperada há décadas pelas ativistas, entra em vigor neste domingo ofuscada pela prisão de várias delas
Data 25/06/2018 às 07:55
Música

Anitta confirma música em homenagem ao namorado: 'Presente de aniversário'

A cantora escreveu a canção para o empresário, fã de Belo, e pediu para o artista gravar
Data 07/09/2017 às 21:08
Geral

Déficit educacional deixa eleitor brasileiro mais vulnerável às fake news

Internet será diferencial num pleito indefinido onde candidatos disputarão ponto a ponto, dizem especialistas
Data 31/05/2018 às 14:53
Ciência e tecnologia

Novo Moto G5S Plus torna modelo anterior obsoleto após apenas cinco meses

Normalmente, o ciclo de vida útil de um celular dura uns três anos
Data 02/09/2017 às 08:29
Esporte

Programação esportiva da Rádio Globo 1310 AM, volta nesta terça,3

Equipe Show de Bola!
Data 03/01/2017 às 04:24
Geral

Rússia diz que a violência doméstica não é crime

Mais de 600 mulheres russas são mortas em suas casas a cada mês, de acordo com estimativas policiais.
Data 31/01/2017 às 17:04
Música

Tiago Iorc compõe música para Tatá Werneck

No 'Altas Horas', cantor canta o hit 'Baixinha Malhada', que compôs para a amiga ajuda-lo com o imposto de renda
Data 31/01/2017 às 17:18
Economia

Preço do diesel e do frete são bombas relógio para o governo desarmar

Subsídio ao combustível termina em 31 de dezembro. Enquanto isso, ANTT passa a aplicar multa a empresas que descumprirem o pagamento do piso para o valor do carreto
Data 13/11/2018 às 14:58