Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Papa-Francisco-evoca-a-paz-ante-o-terrorismo

Papa Francisco evoca a paz ante o terrorismo

Imagem não disponível

Francisco falou sobre a guerra na Síria e o conflito entre israelenses e palestinos

468

Francisco Silva 25/12/2016 às 14:16 25/12/2016 às 14:16

Em sua tradicional mensagem de Natal, o Papa Francisco evocou a paz a todos que perderam seres queridos em "atos de terrorismo que espalharam medo e morte no coração de tantos países e cidades". O Papa falou na varanda da Basílica de São Pedro, no Vaticano.

De acordo com a agência France Presse, dezenas de milhares de fiéis deveriam ouvir ao meio-dia a mensagem de Natal "Urbi et Orbi" ("À cidade e ao mundo").

O Papa citou a guerra na Síria, o conflito no Oriente Médio e a situação em países latino-americanos ao evocar a paz.

Sobre a Síria, disse que é hora de que "as armas se calem definitivamente. "É hora de que as armas sa calem definitivamente e a comunidade internacional se comprometa ativamente para que se consiga uma solução negociável", declarou.

Neste país, onde o regime sírio apoiado pela Rússia acaba de recuperar o controle de Aleppo, "muito sangue foi derramado", ressaltou o pontífice a respeito do conflito que já dura cinco anos. "Sobretudo na cidade de Aleppo, palco nas últimas semanas de uma das batalhas mais atrozes, é mais do que nunca urgente que a ajuda e reconforto sejam garantidas à população civil, no fim de suas forças, em respeito ao direito humanitário", afirmou.

Em relação ao conflito entre israelenses e palestinos, o Papa afirmou que os dois lados devem "escrever uma nova página da história".

"Paz para as mulheres e homens da amada Terra Santa, eleita e favorecida por Deus. Que os israelenses e os palestinos tenham coragem e determinação para escrever uma nova página da história, em que o ódio e a vingança cedam lugar à vontade de construir conjuntamente um futuro de recíproca compensação e harmonia", afirmou.

O soberano pontífice também pediu uma "paz restaurada" no Iraque, Líbia e Iêmen, "onde as pessoas sofrem com a guerra e atos terroristas atrozes".

O Papa, que acaba de completar 80 anos, também mencionou a situação na Venezuela e na Colômbia. Francisco pediu "harmonia" ao "querido povo colombiano", imerso em um processo de paz para pôr fim ao conflito entre o governo e as Farc de mais de 50 anos.

"Pedimos harmonia para o querido povo colombiano, que deseja cumprir o novo e corajoso caminho de diálogo e reconciliação", disse.

Também exortou que "a coragem anime (...) a amada Venezuela para dar os passos necessários com vistas a pôr fim às tensões atuais e edificar conjuntamente um futuro de esperança para toda a população". A Venezuela passa por uma profunda crise política e econômica.

Medo

Após o ataque terrorista a um mercado de Natal em Berlim, que deixou 12 mortos na segunda-feira à noite e que foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), o medo de outros ataques marca as festividades deste ano.

Moradores e turistas em Berlim acendem velas e depositam flores no local do ataque. Em Milão, onde o autor do ataque foi morto na sexta-feira durante um controle de identidade, a polícia ocupa a praça que abriga um pequeno mercado de Natal, cujo acesso está sendo protegido por blocos de concreto desde o ataque de Berlim.

Materialismo

Na noite de sábado, em sua homilia da noite de Natal, o Papa Francisco criticou o materialismo daqueles que festejam o Natal pensando apenas nos presentes e chamou a todos a ter compaixão pelas crianças abandonadas. Esta cerimônia, na Basílica de São Pedro, foi realizada em meio a fortes, mas discretas, medidas de segurança.

Em Belém, lugar onde, segundo a tradição cristã, nasceu Jesus Cristo, cerca de 2.500 fiéis palestinos e estrangeiros lotaram a Basílica da Natividade para a missa do Galo à meia-noite. O presidente Mahmud Abbas e outros dignitários palestinos estavam presentes.

No norte de Israel, mais de 25.000 pessoas participaram nas celebrações de Natal em Nazaré, cidade onde Jesus passou sua infância.

imagem

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Geral

Bolsa Família reduz 485 mil beneficiários em 3 anos

Jéssica da Silva, 23, tem três filhos e teve o Bolsa Família cortado porque as crianças deixaram de frequentar a escola: "Não tinha vaga, o que ia fazer?"
Data 02/03/2017 às 11:53
Comunidade

Santo Antônio Energia assina acordo com moradores do reassentamento Morrinhos

No acordo, a empresa irá destinar um auxílio financeiro às famílias e à associação dos moradores
Data 07/02/2018 às 18:40
Concurso e Emprego

Concursos públicos têm 12,2 mil vagas no país com salários de até R$ 18 mil

Existem oportunidades em diversos cargos, destinadas a candidatos de todos os níveis escolares
Data 06/03/2017 às 18:03
Música

Maestro Cícero Alves faz trabalho de popularização de música orquestral na Bahia

Com alegre variação do tema clássico que foi a abertura de Star Trek IV
Data 31/03/2017 às 00:50
Geral

Decreto de Trump tira EUA do maior acordo comercial do mundo

Na primeira segunda-feira de trabalho, Trump encerra parceria. ‘Vai ser muito bom para os trabalhadores americanos’, disse.
Data 24/01/2017 às 02:44
Música

Festival Caymmi de Música acontece neste sábado e domingo

Além de representantes concorrentes ao Prêmio Caymmi de Música o projeto recebe a convidada Anelis Assumpção.
Data 11/04/2017 às 22:42
Geral

BR 364 em Rondônia tem novos pontos de bloqueio

A BR foi fechada em Vista Alegre do Abunã Moradores pedem melhorias na saúde e início das aulas.
Data 17/05/2018 às 23:11
Cinema

Filme "Viva a vida é uma festa" tem estréia limitada

Filme da PIXAR "Viva - a vida é uma festa" não será mais exibido em Porto Velho
Data 05/01/2018 às 19:39