Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Operacao-Apate-e-cumpre-mandados-judiciais-em-Rondonia

Operação Apate e cumpre mandados judiciais em Rondônia

Imagem não disponível

206

Francisco Silva 07/11/2017 às 14:50 07/11/2017 às 14:50

O Ministério Público do Estado de Rondônia deflagrou na manhã desta terça-feira, 07 de novembro, a Operação Apate, resultado de investigações conduzidas pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, em conjunto com a Promotoria de Justiça de Guajará-Mirim, que revelaram a existência de uma organização criminosa voltada ao oferecimento de cursos de graduação e pós-graduação sem a devida autorização do MEC.

A organização criminosa desmantelada pela atuação do Ministério Público, voltada à prestação de serviços de caráter educacional, ludibriou inúmeros alunos ao dar aparência de regularidade aos cursos ofertados, obtendo vantagem patrimonial com as fraudes praticadas. O esquema consistia, basicamente, na oferta de cursos de graduação e pós-graduação que, quando concluídos, davam aos alunos diplomas ideologicamente falsos, adquiridos ilegalmente de diversas instituições de ensino sediadas em variados estados da federação.

A organização estava instalada em pelo menos 17 localidades, das quais 14 estão localizadas em Rondônia. Segundo estimativas, a entidade educacional ligada à organização criminosa tem atualmente cerca de 1300 alunos matriculados, além do número não apurado de vítimas atingidas que já receberam os falsos diplomas.

O cenário trazido à colação pelo Ministério Público desnuda a prática de crimes de organização criminosa, crimes de estelionato, crimes de falsidade ideológica, crimes contra as relações de consumo e, até mesmo, possível prática de lavagem de dinheiro.

No total, com a parceria da Polícia Civil, estão sendo cumpridos simultaneamente, 33 mandados de busca e apreensão, 23 conduções coercitivas, em 14 localidades espalhadas pelo Estado de Rondônia. Além destas cautelares, o Poder Judiciário também decretou contra os investigados a indisponibilidade de bens, obrigação de entrega de passaportes e proibição de se ausentarem do país.

O nome da operação vem da mitologia grega, sendo Apate um espírito feminino que personifica o engano, o dolo e a fraude, em alusão aos crimes cometidos pela organização criminosa.

imagem

Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (2/2017) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Geral

Manifestantes de vários países marcham pela legalização da maconha

Protestos pela liberação da erva mobilizaram participantes em diversas partes do mundo neste sábado (6).
Data 08/05/2017 às 00:05
Geral

UFG repudia agressão a estudante durante manifestação em Goiânia

Universidade diz que vai cobrar das autoridades a devida apuração do caso. Rapaz segue em UTI com quadro grave
Data 29/04/2017 às 15:29
Esporte

Rondoniense vocês nos representam

Garra não faltou!
Data 21/04/2017 às 04:23
Geral

Após agressão a estudante, PM de Goiana afasta capitão de funções de rua

Sampaio continua trabalhando, mas em funções administrativas internas.
Data 01/05/2017 às 21:13
Geral

Secretário de Temer diz que tinha que fazer uma chacina por semana

Sobre massacres em Manaus e Boa Vista, Bruno Júlio, secretário de Juventude do governo, disse que 'tinha era que matar mais'
Data 07/01/2017 às 02:11
Geral

Corregedoria determina prisão de policiais que trocaram música em formatura

Ficarão detidos em um quartel por um período de 72 horas por cantar músicas com palavrões
Data 02/09/2017 às 07:48
Geral

Pais das vítimas da Boate Kiss foram preocessados pelo Ministério Público

Promotores não gostaram das críticas feitas pelos pais a imprensa.
Data 24/01/2017 às 02:35
Esporte

Barça de virada faz 2 a 1 no selecionado de Cabixi

Primeiro amistoso do Catalão
Data 29/01/2017 às 03:46