Início >> Notícia >> Categoria >> Esporte >> O-que-houve-por-tras-da-saida-de-Ionay-da-Luz-do-RSC

O que houve por trás da saida de Ionay da Luz do RSC
Técnico pede desligamento

01/03/2017 às 03:57 01/03/2017 às 03:57

2019

Publicada por: Luis Carlos Pereira
Fonte: Luis Carlos Pereira

Nesta terça-feira,28, a notícia do desligamento do técnico Ionay da Luz do RSC, começou a circular à tardinha. À noite foi confirmada pelo ex-assessor de imprensa do próprio clube, Jornalista Alexandre Almeida, em seu site Futebol do Norte.

 

Afinal o que aconteceu de fato, para Ionay sair do time?

 

O Blog conseguiu 15 min e 40s de áudio com o experiente técnico, o qual transcrevo abaixo os principais tópicos:

 

"Muito desgaste, não houve uma sintonia de trabalho, o principal entrave foi a contratação do gerente de futebol - esse rapaz fez a cabeça do Tadeu -, não entendo como uma pessoa experiente, deixou-se levar; contratações sem o meu aval, falavam que atleta "x" estava liberado e era pura mentira".

 

"Conversa com o Gaúcho do Milho, não nego. Mas porquê aconteceu isso, no início do mês de fevereiro eu tomei conhecimento que o gerente de futebol, estava acertando a vinda de um treinador de Santa Catarina, e foi nesse ínterim que combinei com a passagem do time na Copa do Brasil, ou não, eu sairia no dia 9/2 (o jogo foi dia 8), o grande Tadeu me pediu desculpas e demitiu o sr Dutra no dia do jogo contra o Cuiabá".

 

"Pedi muito para usar a base do ano passado, não fui atendido pelo gerente de futebol. O Dida e o Marco Aurélio foram muito maltrados, afrontados: tá ai o resultado, acabaram saindo do time - graças a Deus nenhum com problemas comigo".

 

"Saio de cabeça erguida, pedi ao Tadeu que desse chances ao Elias para me substituir, ele é um estudioso tá pronto pra assumir o cargo, aprendi muito com ele, e ele comigo. Minha trajetória por Rondônia não encerra por aqui, volto pra Bahia frustrado, decepcionado com o sonho do título sem realizar".

 

Agora é com vocês. O cara acerta com o time, faz um planejamento e viaja - planejamento de utilizar o maior número possível da base do ano passado, co

m quatro a cinco no máximo contratações -, e quando chega tem um gerente de futebol, truculento, não aceita opiniões e ai!!!

(Ionay da Luz (boné), no meio atrás Elias Santana (interino) - foto: Alexandre Almeida)

Postado há 1st March por LC Pereira

Publicado por: Luis Carlos Pereira

Um apreciador da Rainha das Ciências - Matemática -, especialista em Jornalismo com ênfase em Assessoria e, Radialista com todo o carinho.
VEJA TAMBÉM