Início >> Notícia >> Categoria >> Música >> Internauta-viraliza-ao-criticar-MC

Internauta viraliza ao criticar MC
“Sua música é baixa ao ponto de me tornar um objeto despejado na rua”

16/01/2018 às 19:11 16/01/2018 às 19:41

427

Publicada por: Francisco Silva

No post, que já teve mais de 100 mil compartilhamentos, Yasmin aparece maquiada como se estivesse marcada por uma surra e um cartaz nas mãos que diz: “Taca a bebida depois taca a pica e abandona na rua”.

A internauta de João Pessoa (PB), Yasmin Formiga, bombou nas redes com postagem onde critica de maneira contundente o funk “Só Surubinha de Leve”, de MC Diguinho.

 

No post, que já teve mais de 85 mil compartilhamentos, Yasmin aparece maquiada como se estivesse marcada por uma surra e um cartaz nas mãos que diz: “Taca a bebida depois taca a pica e abandona na rua”.

Nos comentários a internauta escreveu:

“Sua música ajuda para que as raízes da cultura do estupro se estendam. Sua música aumenta a misoginia. Sua música aumenta os dados de feminicídio. Sua música machuca um ser humano. Sua música gera um trauma. Sua música gera a próxima desculpa. Sua música tira mais uma. Sua música é baixa ao ponto de me tornar um objeto despejado na rua.”

A frase do cartaz de Yasmin é um verso da letra da canção:

Só Surubinha de leve

MC Diguinho

Pega a visão!
Pega a visão!
Pega a visão!
Pega a visão!

Aquele pique, óh!
É o selminho que tá mandando
Anda, chama!
É o diguinho que tá mandando
Anda, chama!

Pode vim sem dinheiro
Mas traz uma piranha, aí!
Brota e convoca as puta
Brota e convoca as puta

Mas tarde tem fervo
Hoje vai rolar suruba
Só uma surubinha de leve
Surubinha de leve
Com essas filha da puta

Taca a bebida
Depois taca a pica
E abandona na rua

Taca a bebida
Depois taca a pica
E abandona na rua

 

Foto: Reprodução Facebook

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969. CV: http://lattes.cnpq.br/4738070963523179
VEJA TAMBÉM