Início >> Notícia >> Categoria >> Educação >> Inscricoes-do-ProUni-comecam-nesta-terca

Inscrições do ProUni começam nesta terça
Programa do governo oferece descontos integrais ou parciais em mais de 2 mil instituições privadas no país; saiba como se inscrever

05/02/2018 às 17:33 05/02/2018 às 17:33

611

Publicada por: Francisco Silva
Fonte: Educa Mais

Anote no calendário: nesta terça-feira começa o período de inscrições para os estudantes que querem tentar uma bolsa do ProUni, o Programa Universidade Para Todos. E o prazo é curto, então não vale ficar com a cabeça no carnaval e se atrapalhar nas datas: o último dia para se candidatar é 9 de fevereiro. Neste ano, o governo está oferecendo 242.987 vagas em 2.976 instituições. O resultado da primeira chamada sai no dia 14 desse mês.

Para se inscrever no Prouni do primeiro semestre de 2018, o estudante deve ter feito o Enem de 2017 e obtido no mínimo 450 pontos na média das notas do exame. A redação também não pode ter sido zerada. Além disso, para concorrer às bolsas integrais, o candidato deve comprovar renda familiar bruta mensal, por pessoa, de até um salário mínimo e meio. Para as bolsas parciais (50%), a renda familiar bruta mensal deve ser de até três salários mínimos por pessoa.

 

E se eu não fui bem no Enem?

 

Calma, não precisa se desesperar! Existem outras modalidades de desconto para quem quer estudar em uma universidade privada de qualidade. Você já procurou por programas de bolsa de estudos privadas? O Educa Mais Brasil é o principal deles. Ele oferece descontos de até 70% nas mensalidades para cursos de todas as séries, inclusive da graduação.

Quem buscou esse caminho foi o Emerson Pereira, de 20 anos, estudante de Gestão em Recursos Humanos. Como teve baixa pontuação na nota do Enem, ele não conseguiu entrar no ProUni em 2016. Faltaram 100 pontos. Mas Emerson não desistiu da faculdade e resolveu testar outras alternativas de apoio financeiro. Conheceu o Educa Mais Brasil por meio da irmã, que já tinha estudado com uma das bolsas do programa. Foi só se inscrever que Emerson foi aprovado para também receber o benefício. “Se não fosse a bolsa, eu acho que nem conseguiria fazer a faculdade”, conta.

  Emerson não tinha a pontuação necessária para acessar o ProUni em 2016 e conseguiu entrar na faculdade com as bolsas do Educa Mais Brasil (Foto: Arquivo pessoal)

Emerson não tinha a pontuação necessária para acessar o ProUni em 2016 e conseguiu entrar na faculdade com as bolsas do Educa Mais Brasil (Foto: Arquivo pessoal)

Na metade desse ano, ele realiza o sonho de se formar. E já tem planos de continuar estudando para se destacar no mercado. “Agora com a faculdade vou estar mais apto a competir com outros candidatos nas entrevistas de emprego. Quero ainda fazer uma pós-graduação, mestrado e doutorado, que é o grande sonho”, diz.

Emerson não tinha a pontuação necessária para acessar o ProUni em 2016 e conseguiu entrar na faculdade com as bolsas do Educa Mais Brasil (Foto: Arquivo pessoal)

Emerson não tinha a pontuação necessária para acessar o ProUni em 2016 e conseguiu entrar na faculdade com as bolsas do Educa Mais Brasil (Foto: Arquivo pessoal)

Para Israel Lino Faustino, de 20 anos, o Educa Mais Brasil foi fundamental para entrar no ensino superior. Ele começou a preparação para o vestibular em cima da hora, e não teve tempo de fazer o Enem em 2016. Por isso, não poderia tentar uma bolsa pelo ProUni. Mas quando descobriu que poderia cursar uma boa universidade sem precisar se preocupar com o orçamento, seguiu em frente.

O que mais chamou a atenção do aluno foi a praticidade dos processos dentro do Educa Mais. “Foi tudo muito simples, sem burocracia. E foi ótimo, porque quando comecei a faculdade não estava empregado, então o Educa ajudou a aliviar o peso das contas”, lembra.

Ele optou pelo curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas na UniPaulistana, e vai se formar em três semestres. A meta de Israel para esse ano é encontrar uma posição no mercado de tecnologia. “Tenho vontade de trabalhar na área de segurança da informação. Quero trabalhar na área, depois me especializar numa pós-graduação em cibersegurança”, conta.

Quer fazer como o Emerson e o Israel e ingressar em uma faculdade qualificada com o auxílio de uma bolsa de estudos? Conheça as instituições parceiras do Educa Mais Brasil no site https://www.educamaisbrasil.com.br/

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969. CV: http://lattes.cnpq.br/4738070963523179
VEJA TAMBÉM
Geral

"Irma parece um monstro sem controle", diz brasileiro em Miami

Prateleiras de supermercado em Miami estão vazias por conta da passagem do furacão Irma.
Data 07/09/2017 às 20:29
Ciência e tecnologia

A profecia de Nibiru, o suposto planeta que levaria ao fim do mundo no dia 23

Profecia do apocalipse combina astronomia, pesquisa científica e passagens bíblicas para sustentar prognóstico.
Data 23/09/2017 às 07:38
Geral

Programa de TV flagra ação de carvoeiros irregulares na Amazônia

Estreia da temporada denuncia exploração e falta de acesso à educação
Data 17/01/2018 às 18:31
Geral

Coreia do Norte tenta fazer novo teste de míssil, mas fracassa

Tentativa ocorre um dia após desfile militar em Pyongyang em que mísseis foram exibidos
Data 17/04/2017 às 14:19
Esporte

Bolsa Atleta: 46 atletas serão beneficiados neste 2019

Entre atletas, paratletas e técnicos
Data 14/06/2019 às 02:25
Música

Anitta confirma música em homenagem ao namorado: 'Presente de aniversário'

A cantora escreveu a canção para o empresário, fã de Belo, e pediu para o artista gravar
Data 07/09/2017 às 21:08
Geral

Por ipê, madeireiros abrem mais de 200 km de estradas na Amazônia

O custo estimado é de R$ 1,4 milhão –cada quilômetro de terra construído na região sai em torno de R$ 7 mil.
Data 02/01/2018 às 19:54
Concurso e Emprego

Eletrobras Eletronorte oferece 20 vagas para jovem aprendiz de Porto Velho e Candeias

Os interessados devem ter idade entre 18 e 22 anos completos, concluído o ensino médio e ter estudado na rede pública de ensino
Data 06/07/2018 às 09:25