Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Geologos-explicam-ocorrencia-de-terremoto-no-Maranhao

Geólogos explicam ocorrência de terremoto no Maranhão

Imagem não disponível

O ultimo terremoto aconteceu na terça(3) de magnitude 4,7 na escala Richter

766

Amazônia Central 04/01/2017 às 17:21 04/01/2017 às 17:21

O tremor de terra sentido na manhã de terça-feira (03), em São Luís, deixou moradores de diversos pontos da capital assustados. O abalo sísmico foi resultado de um tremor de 4.6 na escala Richter registrado no município de Belagua,  a 113 km de São Luís. Os tremores foram sentidos em pontos da região Itaqui-Bacanga, Calhau, Ponta do Farol, Renascença, Centro e outras localidades.

O professor de Geologia do Departamento de Geociências da Universidade Federal do Maranhão, Marcelino Silva Farias, explicou, em entrevista ao MA10 (Jornal local), que este é um evento raríssimo, mas que pode voltar a acontecer.

“O Maranhão está distante do epicentro do terremoto, que está no Chile”, diz o especialista. “No entanto, mesmo assim conseguimos sentir os efeitos de um abalo sísmico deste porte, porque os tremores se espalham como ondas. As localidades próximas ao epicentro, ainda que pareçam distantes para nós, conseguem ser abaladas por ele”, explicou.

Para o professor de Geografia Física da Universidade Estadual do Maranhão, Luis Jorge Dias, o tremor sentido no Maranhão se explica, parcialmente, por ser um “tremor de acomodação”.

“As rochas ficam saturadas do peso que elas suportam, do solo para baixo, e isso faz com que as rochas se acomodem do solo até alguns quilômetros de profundidade. Isso é comum em áreas sedimentares, como é o caso da nossa”, aponta.

Para Luis Jorge Dias, parte da nossa zona costeira maranhense, abrangendo a que vai de Alcântara ao município de Icatu, é recortado por uma falha geológica na faixa norte, inferida por geomagnetismo.  A profundidade da fenda permite que haja uma propagação mais intensa do abalo sísmico nessa linha.

O professor de Geologia da UFMA, Marcelino Farias, não descarta a ocorrência de novos tremores. “É impossível prever. Mesmo em regiões com grandes centros, as previsões ocorrem com poucos minutos, segundos ou horas”, destaca Marcelino Farias.

O especialista salienta que a população precisa se manter calma. “Este é um evento raro e não quer dizer que o Maranhão irá viver um terremoto. São tremores esporádicos aos quais estamos sujeitos por estarmos próximos de lugares em que terremotos são mais frequentes”, finalizou.

TERREMOTOS ANTERIORES NO MARANHÃO

Este não é o primeiro registro de tremor no estado. Em 2016, moradores do bairro Planalto Anil relataram um tremor de alguns segundos, que, segundo eles, teria chacoalhado móveis e árvores. Confira outros episódios ao longo dos últimos anos no Maranhão:

Grajaú – 07 de abril de 2008.
Um tremor de terra de causas ainda desconhecidas atingiu a cidade de Grajaú, no centro-sul do Maranhão, a 600 Km da capital maranhense em 07 de abril de 2008. O abalo sísmico foi sentido com mais força nas ruas do bairro Vilinha. Cerca de 50 casas tiveram as paredes rachadas e algumas estão com a estrutura comprometida.

São Luís do Maranhão- 11 DE MAIO DE 2008

Em São Luís, no dia 11 de maio de 2008, também foi registrado um terremoto. O abalo sísmico se iniciou por volta das 08h09m33s e atingiu sua magnitude às 08h13m15s, mas felizmente não houve nenhum tipo de dano ao nosso já combalido (e mal cuidado) patrimônio histórico, uma vez que o tremor não causou vítimas fatais.

São Luis – 16 de setembro de 2015

Um terremoto de magnitude 8,3, cujo epicentro foi registrado no Chile, também foi sentido em São Luís do Maranhão.

“No Brasil, diversos internautas relataram nas redes sociais que também sentiram um leve tremor. Há relatos na capital paulista, Santos, Campinas, Belém, São Luís e Pouso Alegre (MG)”, diz o texto do portal de notícias.

São Raimundo do doca Bezerra (MA) –16 de dezembro de 2015

Vários tremores de terra e explosões foram sentidos no município de São Raimundo do doca Bezerra (MA). Houve depoimentos de moradores de municípios vizinhos que também sentiram a terra tremer, mas a cidade mais afetada com os abalos sísmicos foi a de São Raimundo do Doca Bezerra que tem uma população de cerca de 6.000 (seis mil) habitantes. Um grande número de moradores chegou a sair de casa, temendo desabamentos.

imagem

Amazônia Central

Web rádio da amazônia levando o melhor som em qualquer lugar
VEJA TAMBÉM
Música

Luan Santana causa polêmica na internet após lançamento de nova música

'Deus fez a mulher de uma costela do Adão, quando foi fazer você, fez do filé mignon', canta ele em 'Check-in'
Data 11/12/2017 às 15:48
Geral

Manifestações em SP terminam em confronto em frente à casa de Temer

A sexta-feira amanheceu sem ônibus, trens e metrô, com a convocação de paralisação
Data 29/04/2017 às 18:24
Música

Bell Marques lança música para Carnaval 2017

A música brinca com os rompimentos de relacionamentos durante o mês de fevereiro
Data 06/02/2017 às 20:49
Esporte

Sub 17: Real empata em casa, e pode ficar fora da final

Real 0 x 0 Porto
Data 19/11/2017 às 02:02
Esporte

Liberado: Eduardo Rato estreia no SC Genus contra o Real

Mais de 10 camisas no currículo
Data 07/04/2017 às 19:40
Geral

Prefeitura inaugura decoração de Natal que custou R$ 200 mil em Cacoal, RO

Inauguração terá apresentações natalinas e presença do Papai Noel. Investimento foi feito por meio de recursos próprios da administração pública
Data 11/12/2017 às 02:17
Ciência e tecnologia

Novo Moto G5S Plus torna modelo anterior obsoleto após apenas cinco meses

Normalmente, o ciclo de vida útil de um celular dura uns três anos
Data 02/09/2017 às 08:29
Esporte

Palpites para a 4ª rodada do rondoniense Sicoob

Três clássicos locais
Data 13/05/2017 às 16:32