Início >> Notícia >> Categoria >> Mundo >> Com-nova-Previdencia-idosos-de-baixa-renda-vao-receber-menos-que-um-salario-minimo

Com nova Previdência, idosos de baixa renda vão receber menos que um salário mínimo
A renda mínima de R$ 500 para pessoas em condição de 'miserabilidade' com 55 anos ou mais

31/05/2019 às 21:54 31/05/2019 às 21:58

151

Publicada por: Francisco Silva
Fonte: Estadão

governo Jair Bolsonaro pretende criar regras diferenciadas para o público que hoje recebe o Benefício da Prestação Continuada (BPC), concedido a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda. A principal mudança é que o valor do pagamento não ficará atrelado ao salário mínimo como é hoje.

Essa medida foi a que teve pior repercussão entre os parlamentares no Congresso Nacional, após a divulgação da minuta da reforma da Previdência com exclusividade pelo Broadcast. Deputados e senadores já avisam que uma medida como essa não passa no plenário das duas Casas. A avaliação é de que a ideia penaliza a população que hoje já sofre para conseguir se sustentar.

O ex-presidente Michel Temer também tentou propor a possibilidade de pagar benefícios assistenciais abaixo do salário mínimo, mas foi um dos primeiros pontos a cair em meio às negociações com os parlamentares. No governo, a percepção é de que não se pode atrelar o salário mínimo, que estabelece a remuneração básica do trabalhador, à assistência, cujo pagamento não requer nenhuma contribuição.

Para tentar vencer as resistências, a equipe econômica propõe uma idade menor que a atual, de 65 anos, para que os mais pobres comecem a receber o benefício assistencial. Pessoas “em condição de miserabilidade” e que não tenham conseguido contribuir à Previdência pelo tempo mínimo exigido para a aposentadoria receberão R$ 500,00 a partir dos 55 anos. O valor aumenta para R$ 750,00 a partir dos 65 anos.

Haverá ainda um benefício extra para pessoas acima de 70 anos e que tenham contribuído por ao menos dez anos ao INSS. Esse período é insuficiente para pedir aposentadoria, mas vai garantir um adicional de R$ 150,00.

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969. CV: http://lattes.cnpq.br/4738070963523179
VEJA TAMBÉM
Geral

Trabalhar em empresa investigada por corrupção mancha o currículo?

Veja alguns depoimentos
Data 05/09/2017 às 21:16
Geral

Número dois da Uber deixa a companhia, que avalia mudanças na direção

Michael deixou o cargo na empresa, segundo fontes próximas ao caso. A multinacional passa por uma reforma da direção em meio a acusações de machismo e abuso sexual
Data 15/06/2017 às 14:18
Comunidade

Lei de regularização fundiária já é realidade em Rondônia

Os primeiros títulos já são entregues em Rondônia
Data 01/11/2017 às 20:10
Geral

Após agressão a estudante, PM de Goiana afasta capitão de funções de rua

Sampaio continua trabalhando, mas em funções administrativas internas.
Data 01/05/2017 às 21:13
Geral

Dia do Trabalhador é marcado por shows e manifestações pelo Brasil

SP tem shows de Zezé Di Camargo e Luciano, Bruno e Marrone e MC Guimê. Veja como foram as comemorações do 1º de Maio em 12 estados.
Data 01/05/2017 às 20:42
Economia

Congresso aprova Orçamento de 2018 com déficit menor e salário mínimo de R$ 965

Parlamentares aprovaram texto que prevê deficit primário de R$ 157 bi para o governo federal no próximo ano
Data 15/12/2017 às 09:18
Cultura

A Amazônia não é nossa

O governo Temer e a bancada ruralista do Congresso estão empenhados em transformar a maior floresta tropical do mundo em propriedade privada de poucos
Data 04/10/2017 às 08:26
Geral

UFG repudia agressão a estudante durante manifestação em Goiânia

Universidade diz que vai cobrar das autoridades a devida apuração do caso. Rapaz segue em UTI com quadro grave
Data 29/04/2017 às 15:29