Início >> Notícia >> Categoria >> Ciência e tecnologia >> BlackBerry-processa-Facebook-e-pode-tirar-WhatsApp-do-ar

BlackBerry processa Facebook e pode tirar WhatsApp do ar
Processo pede interdição de todos os aplicativos de mensagens da empresa por violação de patentes

07/03/2018 às 07:50 07/03/2018 às 07:50

479

Publicada por: Francisco Silva

A BlackBerry entrou com um processo de violação de patente contra Facebook e seus aplicativos WhatsApp e Instagram, argumentando que eles copiaram a tecnologia e as ferramentas do BlackBerry Messenger.

“Os réus criaram aplicativos de mensagem que incorporam as inovações da BlackBerry, usando um número de ferramentas de segurança inovadora, interface de usuário e melhora de funcionalidade”, informou a companhia canadense em processo protocolado na corte federal de Los Angeles.

“Nós temos uma forte alegação de que o Facebook infringiu nossa propriedade intelectual, e após vários anos de diálogo, também temos obrigação com nossos acionistas de buscar medidas legais apropriadas”, disse a porta-voz da BlackBerry, SarahMcKinney.

Segundo informações da Variety, a direção da empresa busca uma interdição formal do uso das tecnologias de mensagens da empresa, o que poderia tirar do ar o WhatsApp, Messenger e o sistema de mensagens do Instagram.

O processo sobre violação de patente faz parte da estratégia do presidente-executivo da BlackBerry, John Chen, de levantar recursos para a companhia, que perdeu participação no mercado de smartphones que antes dominava.

A BlackBerry desde então mudou o foco para softwares de segurança e também investiu em sistemas operacionais para carros autônomos.

No ano passado, a BlackBerry entrou com ação contra Nokia, Avaya e, mais notavelmente, a Qualcomm, por meio da qual recebeu mais de R$ 3 bilhões (US$ 940 milhões).

“O processo judicial da Blackberry infelizmente reflete o estado atual de seus negócios com mensagens. Depois de abandonar os esforços para inovação, a Blackberry agora busca taxar a inovação de outros. Pretendemos lutar”, disse o vice-conselheiro geral do Facebook, Paul Grewal.

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969. CV: http://lattes.cnpq.br/4738070963523179
VEJA TAMBÉM
Geral

Grupo invade terra indígena e PF faz operação de intervenção contra grilagem, em RO

Ação ocorre nesta semana na reserva indígena Uru-Eu-Wau-Wau. Área de reserva equivale a 12 vezes o tamanho da cidade de São Paulo.
Data 18/01/2019 às 21:56
Música

'Antepassado' do Spotify mudou a maneira como ouvimos música

Se você costuma escutar músicas no seu celular, agradeça a um alemão idealista chamado Dieter Seitzer
Data 13/11/2017 às 09:57
Geral

TSE disciplina direito de resposta e proíbe bitcoins na eleição de 2018

Se o veículo de comunicação ignorar a medida, eventuais intimações e citações serão considerados como válidos
Data 18/12/2017 às 16:37
Geral

Google lança no Brasil recurso que indica se notícia é verdadeira ou não

Recurso disponível tanto na versão para navegador quando nos aplicativos Google Notícias e Clima para Android e iOS
Data 17/02/2017 às 01:16
Geral

Censurados, Folha e O Globo apagam notícias sobre Marcela Temer

Segundo a decisão liminar, os jornais estão proibidos “de dar publicidade a qualquer um dos dados e informações obtidas do celular sobre Primeira-Dama Marcela”
Data 14/02/2017 às 14:49
Geral

Governo de Rondônia e prefeituras não terão feriadão

Justiça Federal vai parar também na sexta-feira
Data 01/11/2017 às 20:00
Ciência e tecnologia

Tinder assume pela 1ª vez liderança entre apps com maior arrecadação

Após aplicativo de encontros lançar novo recurso que permite ver se uma pessoa te curtiu antes de você curtir ela.
Data 02/09/2017 às 08:18
Geral

Polícia Civil prende cunhado que se torna suspeito da investigação

Taina Carina, de 21 anos, estava grávida de oito meses, quando teria saído para cobrar pensão do ex-marido
Data 18/01/2018 às 17:10