Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Angola-diz-que-satelite-Angosat-esta-sob-controlo

Angola diz que satélite Angosat está "sob controlo"
Segundo notícias divulgadas hoje, a Rússia perdeu o contacto com o primeiro satélite angolano de telecomunicações

27/12/2017 às 19:56 27/12/2017 às 19:56

209

Publicada por: Francisco Silva
Fonte: DN

As autoridades de Angola asseguraram hoje que o primeiro satélite angolano, lançado na terça-feira, está sob controlo, ao contrário de notícias divulgadas que indicavam que a Rússia havia perdido o contacto com o aparelho.

Em declarações aos jornalistas no final do Conselho de Ministros, o secretário de Estado para as Tecnologias de Informação, Manuel Homem, rejeitou que existam problemas nos contactos com o satélite, cumprindo-se o que estava previsto.

Segundo notícias divulgadas hoje, a Rússia perdeu o contacto com o primeiro satélite angolano de telecomunicações Angosat, lançado terça-feira do cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão.

"O contacto cessou temporariamente, perdemos a telemetria", indicou fonte do cosmódromo à agência France Presse, dizendo esperar restabelecer o contacto com o satélite.

No entanto, segundo o governante angolano, o que "aconteceu é que de facto o lançamento do satélite ocorreu ontem (terça-feira). O satélite fez o seu percurso normal, está na órbita para o qual foi planificado" e "temos sob controlo o satélite", disse Manuel Homem, citado pela agência noticiosa angolana Angop.

Manuel Homem remeteu para mais tarde mais informações oficiais sobre o estado do aparelho.

O Angosat representa um investimento do Estado angolano de 320 milhões de dólares (269,6 milhões de euros) e o seu lançamento foi comemorado em Luanda com fogo-de-artifício.

Angola tornou-se assim no sétimo país africano, ao lado da Argélia, África do Sul, Egito, Marrocos, Nigéria e Tunísia, com um satélite de comunicações em órbita.

O aparelho, construído por um consórcio estatal russo, foi lançado com recurso ao foguete ucraniano Zenit-3SLB, envolvendo ainda a Roscosmo, empresa espacial estatal da Rússia, e estará em período de teste até março, aproximadamente.

Na semana, passada, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, disse que 40% da capacidade comercial do satélite já está reservada e que o Estado angolano estima a recuperação do investimento em pelo menos dois anos.

Publicado por: Francisco Silva

Proprietário da web Rádio Amazônia Central, Acadêmico em sistemas de informação 8º período (1/2018) e Editor de imagens. WhatsApp (69) 9 9283-9969
VEJA TAMBÉM
Música

Pupila de Anitta, Clau é sucesso no YouTube

Já tem até música gravada com a Poderosa
Data 08/04/2018 às 17:16
Geral

Coreia do Norte desafia Trump e prepara um novo teste nuclear

Imagens de satélite indicam, segundo analistas, que o regime está pronto para outra detonação
Data 14/04/2017 às 17:23
Mundo

Com eleição presidencial e disputa decisiva na Copa contra o Brasil, México viverá 24 hora

Mexicanos vão às urnas no domingo e apoiam sua seleção na manhã seguinte. Favorito na disputa política é o esquerdista López Obrador. 'Nervos no máxim
Data 29/06/2018 às 07:49
Geral

Forças Armadas voltam à Rocinha, na Zona Sul do Rio

Danúbia Rangel, mulher do traficante Nem, foi presa do Morro do Dendê nesta terça-feira. Seiscentos homens das Forças Armadas atuam na região.
Data 11/10/2017 às 21:21
Geral

Papa Francisco evoca a paz ante o terrorismo

Francisco falou sobre a guerra na Síria e o conflito entre israelenses e palestinos
Data 25/12/2016 às 14:16
Ciência e tecnologia

Stephen Hawking, físico britânico, morre aos 76 anos

lém de ser um dos cientistas mais conhecidos no mundo, pesquisador era exemplo de determinação por resistir por muitos anos à esclerose lateral amiotrófica.
Data 14/03/2018 às 08:01
Ciência e tecnologia

Porto Velho e Candeias do Jamari terá sinal analógico desligado

O sinal analógico será desligado no dia 14 de agosto de 2018
Data 29/03/2018 às 10:18
Ciência e tecnologia

Vírus da zika pode ajudar a tratar alguns tipos de câncer, diz pesquisa

Cientistas brasileiros aplicaram vírus em camundongos com tumores; câncer no cérebro e metástases na coluna diminuíram rapidamente.
Data 29/04/2018 às 21:10