Início >> Notícia >> Categoria >> Geral >> Abandono-de-area-da-Amazonia-pode-prejudicar-agropecuaria

Abandono de área da Amazônia pode prejudicar agropecuária
Território tem o tamanho de duas Alemanhas e ajuda a conter aquecimento global

23/04/2018 às 08:06 23/04/2018 às 08:06

87

Publicada por: Amazônia Central
Fonte: O Gloob

Uma área no interior da floresta amazônica de 70 milhões de hectares, o equivalente a duas Alemanhas, está abandonada pelas autoridades e tornou-se caminho livre para grileiros e desmatadores. Suas operações ameaçam o rendimento da agricultura brasileira e a estabilidade do clima global.

O alerta, publicado na edição deste mês da revista “Land Use Policy”, é assinado por cientistas da Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia e do Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA) da Universidade Federal do Pará.

Vinte e cinco por cento do desmatamento registrado na região entre 2010 e 2015 ocorreu dentro dessa área pública desprotegida. Em números absolutos, foram liberadas para a atmosfera 200 milhões de toneladas de CO2. A devastação pode comprometer uma meta firmada pelo país: reduzir em 87% a emissão anual de gases de efeito estufa — que, em 2014, era de 1,38 bilhão de toneladas de CO2.

— A derrubada da floresta afeta a distribuição de chuvas e pode aumentar a temperatura na área ao redor em até 0,5 grau Celsius — diz Paulo Moutinho, coautor do levantamento. — Manter a floresta em pé impede o aquecimento global e preserva a irrigação da mata, imprescindível para a produção agrícola. Por isso, esse assunto deveria interessar até à bancada ruralista do Congresso.

'SEM CLIMA POLÍTICO'

Segundo o estudo, não há justificativa econômica para defender que essas florestas sejam convertidas em lavoura ou pasto, visto que aproximadamente 10 milhões de hectares já foram derrubados na região e estão sendo subutilizados. É terra suficiente para aumentar o crescimento da produção de commodities almejado pelo governo.

— Parte desse território deve permanecer como floresta e ser destinado a diferentes categorias de preservação, entre elas florestas nacionais, terras indígenas, reservas extrativistas e unidades de conservação — avalia Moutinho. — Atualmente não há clima político para ver novas terras destinadas à conservação. Na maioria das vezes, elas são incorporadas ao cultivo agrícola ou à pastagem.

Considerando a lentidão para que essas áreas sejam definitivamente recuperadas, Moutinho, coautor do estudo, sugere que o governo estabeleça, em uma primeira etapa, a decretação da limitação administrativa provisória (LAPs) para administração dessas localidades, antes que seja concluída a destinação para algum tipo de uso que mantém a floresta em pé. Enquanto isso, é possível conduzir estudos que determinem uma finalidade definitiva para as regiões.

Publicado por: Amazônia Central

Web rádio da amazônia levando o melhor som em qualquer lugar
VEJA TAMBÉM
Geral

Programa oferece desconto em visitas no Museu da Amazônia, em Manaus

Museu na Zona Leste da capital abre de 8h30 às 16h.
Data 12/08/2017 às 08:15
Ciência e tecnologia

Facebook ganha recurso para alternar entre perfis no mesmo computador

É possível armazenar até dez credenciais do Facebook no mesmo PC
Data 13/12/2017 às 10:06
Ciência e tecnologia

Hackers sequestram roteadores no Brasil para minerar criptomoedas

Segundo pesquisador, ataque começou no país e depois se espalhou, já tendo afetado mais de 200 mil roteadores pelo mundo.
Data 05/08/2018 às 01:44
Comunidade

Canal é transformada em ecoparque em Porto Velho

A criação do espaço, tem por objetivo proteger as áreas de preservação permanente
Data 10/04/2018 às 09:02
Geral

Tempo em Porto Velho nesta quinta

Confira a previsão do tempo para Porto Velho nesta quinta-feira
Data 29/03/2017 às 14:24
Esporte

Resenha e Bate Papo: na Verde Amazônia FM

Programa muito bom aos domingos
Data 02/10/2017 às 02:26
Cinema

Diretores explicam como Groot levantou o martelo de Thor em Guerra Infinita

Groot sacrificou o próprio braço para criar cabo do Rompe-Tormentas
Data 05/08/2018 às 01:29
Música

Adele é anunciada como mais uma atração do Grammy 2017

Organizadores já tinham divulgado shows de Metallica, John Legend e Carrie Underwood, cantora inglesa foi anunciada nesta sexta-feira (20).
Data 20/01/2017 às 20:55